Seção: Autores Diversos Dr. Ricardo Di Bernardi

Um Estudo (Energético) Sobre Ingratidão

Artigo escrito por Dr. Ricardo Di Bernadi.

*

1 – Introdução

Todas as criaturas estão mergulhadas no fluido divino, envolvidas pela Lei de Ação e Reação. Esta Lei é automática.

2 – Conceito de Gratidão

Denomina-se gratidão ao sentimento positivo e harmonizador pelo qual reconhecemos o bem que outrem nos proporcionou.

3 – Compreensão Fluídico-energética da Gratidão

O sentimento de gratidão se expressa por emanações energéticas de alta frequência e de ondas curtas (ondas finas de baixo comprimento ondulatório).

Estas ondas produzem luminosidade e se traduzem por cores claras e nitidamente brilhantes.

4 – Consequências do Sentimento de Gratidão

Estabelece-se, por este sentimento, sintonia no plano extrafísico com outras energias da mesma frequência. Em consequência deste fato, ao expressarmos gratidão, ampliamos nossos contatos com esferas suaves e esclarecidas, as quais nos envolvem em luz.

Além disso, ao direcionarmos a gratidão a outro indivíduo, ele passa a sentir uma agradável sensação de bem-estar, ao receber o impacto das ondas luminosas e suaves. Pode-se chamar de felicidade, ao estado psíquico em que benfeitores se apresentam, pelo contínuo envolvimento energético das ondas de gratidão dos beneficiados.

5 – Conceito de Ingratidão

Denomina-se ingratidão a ausência de um sentimento positivo e harmonizador ao não reconhecermos o bem que outrem nos proporcionou, acrescida por emoções de baixo teor vibratório típicas do ser ingrato.

6 – Emoções Associadas à Ingratidão

A ingratidão frequentemente se apresenta seguida por atitudes não elevadas por parte do indivíduo ingrato. Exemplificando: não é rara a ocorrência  de uma sensação de raiva em relação àquele que prestou auxílio.

 O beneficiado considera-se humilhado devido à sua natureza orgulhosa. Observa-se também a presença de inveja, sentimento que direciona  contra o benfeitor. O indivíduo auxiliado sente um misto de tristeza e rancor por não possuir o bem ou a qualidade ética daquele que o orientou.

 Em muitas ocasiões houve precipitação do benfeitor que não aguardou o momento oportuno no amadurecimento do seu assistido. Como disse Jesus: “Não atirai pérolas aos porcos para que eles não as pisem com os pés”.

7 – Compreensão Fluídico-energética da Ingratidão

A ingratidão caracteriza-se por emanações energéticas de baixa frequência e ondas longas (grande comprimento ondulatório). Estas ondas produzem cores escuras e opacas, portanto, destituídas de brilho e luminosidade.

8- Consequências do Sentimento de Ingratidão

Ao se deixar envolver pelo sentimento de ingratidão, o indivíduo estabelece sintonia, no plano extrafísico, com energias da mesma frequência. Em razão desse fato, amplia seus contatos com esferas espirituais de baixo teor vibratório. Ao  deter-se nesta postura ingrata, passa a se distanciar-se da luminosidade dos Espíritos protetores e a identificar com a  frequência vibratória de entidades sofredoras, as quais intercambiam energias deste nível de pensamentos e emoções.

9- Consequência da Ingratidão do Beneficiado sobre o Benfeitor

9.1 Quando o benfeitor compreende: perdoa. Neste caso, cresce espiritualmente ao exercitar o entendimento e a humildade.

Perdoando o ingrato, atrai para si maior simpatia e amor dos Espíritos de luz (e dos protetores do ingrato), sintonizando sua mente em faixas superiores.

9.2 Quando o benfeitor se magoa e sofre: passa, nesse caso, a entrar em sintonia com as ondas de tristeza e mágoa que ampliam seu sofrimento. Há uma queda de nível vibratório que fragiliza o benfeitor, tornando-o, portanto, suscetível a Espíritos sofredores.

9.3 Quando o “benfeitor” reage e revida contra o ingrato: passa a entrar na mesma frequência vibratória do ingrato, torna-se igual a ele e assimila a ação dos obsessores espirituais. Pode, neste caso, enfermar-se  física ou psiquicamente.

 

10- Consequência da Ingratidão sobre o Próprio Ingrato.

A imaturidade espiritual é o que caracteriza o ingrato. Desta forma, como todo ser imaturo, necessita amadurecer pela experiência.

10.1 Amadurecimento pela reflexão (esclarecimento):

a) No plano espiritual: sob a orientação dos espíritos superiores, poderá rever sua postura, modificando-se parcial ou integralmente;

b) Nas próximas existências : além do esforço desenvolvido no sentido de corrigir-se durante o período deerraticidade ( plano espiritual ), passará a exercitar nas próximas encarnações o sentimento de gratidão em novas oportunidades de esclarecimento e reflexão.

10.2 Amadurecimento pela dor: no plano espiritual e nas próximas encarnações.

O amadurecimento pela dor só se faz necessário quando o ingrato não amadurece pelo esclarecimento ou reflexão e não aceita as oportunidades de trabalho regenerativo que lhe são oferecidas. A dor não é imposta pelos espíritos superiores (muito menos por Deus), mas é consequência automática da Lei de Ação e Reação, comentada na introdução deste trabalho.

11- A Ingratidão mais Frequente

Culparmos a Deus pelos nossos sofrimentos e dificuldades.

Lembremo-nos de que, na visão espirita, Deus não pune. As leis são perfeitas e justas. O automatismo da Lei de Ação e Reação é que gera situações difíceis para aquele que se distancia do amor. Ao nos afastarmos da Lei de Harmonia Universal, portanto de Deus, criamos situações de sofrimento. Desta maneira, não faz sentido responsabilizarmos Deus pelos nossos sofrimentos.

12- Deus: Gratidão Plena

12.1 À medida que pensamos de forma positiva e salutar, estabelecemos uma  sintonia com as energias cósmicas superiores, e a Lei de Deus, que é gratidão plena, retribui-nos com fluidos que vitalizam nossos corpos espirituais, proporcionando-nos equilíbrio e saúde.

12.2 À medida que trabalhamos, geramos vínculos e a Lei de Deus, sendo gratidão plena, retribui-nos com um banho de paz e harmonia interior.

12.3 À medida que amamos o próximo, criamos determinadas situações energéticas, e, a  Lei de Deus, sendo gratidão plena, responde-nos com amor, gerando em nós:

Felicidade…

Nenhum comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro a comentar, deixe sua mensagem!.

Deixar um Comentário

Mensagens
Palestras todas as terças-feiras às 20:00 hrs no Núcleo Espírita - Amor e Paz
Rua Coronel José Bráz, 682 - Marília / SP

Clique aqui para ver a localização no mapa
| Clique para entrar em contato