Seção: Exercícios Mentais

Aula 34 – Oração Intercessória

Hoje aprenderemos: “Oração intercessória”.

Oração não é mero ato religioso.

Falamos sempre em ter resignação.

Mas, ressaltamos a importância de termos otimismo.

Hoje, vamos salientar a força da oração, mobilizada em nosso favor.

Quando queremos muito algo, devemos sim mobilizar energias a nosso favor.

Devemos orar (mentalizar, pedir, rogar) que o fato ocorra.

Devemos suplicar a Deus que ilumine nosso caminho e mostre as pedras que precisamos enxergar.

Emmanuel ensina o seguinte (Livro “Pão Nosso”):

“Muitas criaturas sorriem ironicamente quando se lhes fala das orações intercessórias.

O homem habituou-se tanto ao automatismo teatral que encontra certa dificuldade no entendimento das mais profundas manifestações de espiritualidade. A prece intercessória, todavia, prossegue espalhando benefícios com os seus valores inalterados. Não é justo acreditar seja essa oração o incenso bajulatório a derramar-se na presença de um monarca terrestre a fim de obtermos certos favores.

A súplica da intercessão é dos mais belos atos de fraternidade e constitui a emissão de forças benéficas e iluminativas que, partindo do espírito sincero, vão ao objetivo visado por abençoada contribuição de conforto e energia. Isso não acontece, porém, a pretexto de obséquio, mas em consequência de leis justas.

O homem custa a crer na influenciação das ondas invisíveis do pensamento, contudo, o espaço que o cerca está cheio de sons que os seus ouvidos materiais não registram.

Não olvides os bens da intercessão. Jesus orou por seus discípulos e seguidores, nas horas supremas.”

Assim, na prática:

Estamos manipulando vibrações mentais coagulantes que irão auxiliar nosso objetivos.

Estamos clamando ajuda aos amigos espirituais que, dentro dos limites de nossos méritos, irão atuar para concretizar aquilo que estamos pedindo.

Claro que precisamos fazer nossa parte.

Afinal, de que adianta ter rogar chuva, ter fé que vai chover, mas não plantar as sementes?

Então, vamos fazer a nossa parte, mas não vamos desprezar a importância da prece e da fé em Deus e sua infinita bondade.

Para que nossos pedidos sigam o caminho correto e tragam os benefícios da prática mental, é de suma importante que eles trafeguem sempre nos trilhos do Bem.

Assim, nossos pedidos, convertidos em oração e fé na Providência Divina, por óbvio, devem ser voltados para o Bem, ou seja, crescimento do Espírito.

Então, em nosso dia a dia:

a) Vamos aprender a pedir a Deus o que realmente é importante para nós.
b) Vamos confiar (ter fé) que Deus atenderá nossa rogativa.
c) Vamos fazer nossa parte (plantar as sementes).
d) Vamos ser pacientes e resignados.

*
Mensagem de Encerramento:

1 Comentário

Vera Marques { 22 de outubro de 2014 às 16:40 }

Muito Obrigada pela mensagem

Deixar um Comentário

Mensagens
Palestras todas as terças-feiras às 20:00 hrs no Núcleo Espírita - Amor e Paz
Rua Coronel José Bráz, 682 - Marília / SP

Clique aqui para ver a localização no mapa
| Clique para entrar em contato