Seção: Estudo das Obras do Espírito André Luiz

Aula 22 – Corpo Espiritual (Psicossoma, Corpo Astral, Perispírito)

Hoje estudaremos qual a natureza das células que formam o corpo físico e espiritual.

Afinal, aprenderemos uma prática edificante muito interessante e eficiente.

*

I – Revisão

Como visto, o chamado períspirito ou corpo espiritual, nada mais é do que o corpo utilizado por nós na dimensão vibratória que conhecemos como “Mundo Espiritual”.

André Luiz explica:

“Após a morte, é o corpo espiritual o veículo físico por excelência, com sua estrutura eletromagnética, algo modificado no que tange aos fenômenos genésicos e nutritivos” (fl. 29, “Evolução em Dois Mundos”, 25ª Edição).

Nós já estudamos que a mente vibra incessantemente e, por meio desta vibração, há o atrito com a atmosfera que dá origem ao envoltório mais sutil que envolve o espírito, o chamado “corpo mental” ou “campo mental”.

Este corpo mental, utilizando do fluído cósmico universal do plano de existência em que está o espírito, dá origem ao corpo espiritual (perispírito ou veículo físico daquela dimensão). Assim temos:

Mente à corpo mental à corpo espiritual

Vimos que, para ingressar em nossa dimensão vibratória, constituída por matéria densa, é necessária a formação do corpo “físico” (desta dimensão).

Lembremo-nos da passagem do Livro “Nosso Lar”, quando André Luiz vai visitar sua mãe, estando os dois nas faixas vibratórias que constituem a dimensão conhecida como Mundo Espiritual.

Apesar de ambos estarem no chamado Mundo Espiritual, eles habitavam faixas vibratórias diferentes. André Luiz em “Nosso Lar” e sua mãe em alguma faixa vibratória mais sutil e elevada.

Naquela oportunidade, André Luiz adormece, seu espírito se desprende do corpo espiritual (períspirito/corpo físico daquela dimensão), e ele, servindo-se de um corpo mais sutil projetado pelo seu campo mental especificamente para aquela finalidade, vai à dimensão em que está sua mãe e a visita.

Estudamos que, em razão de nosso estágio evolutivo, possuímos ainda uma vibração mental densa, que dá origem ao corpo mental e  ao corpo espiritual mais grosseiros.

Nós já estudamos que o corpo espiritual é também perecível e, além disso, é moldável pelo campo mental.

Ou seja, em razão da matéria na outra dimensão possuir atributos diferentes da matéria nesta dimensão, o corpo espiritual, apesar de concreto para quem habita aquele plano de existência, é moldável pelo pensamento (é de natureza mais plástica).

Em razão disso, a pessoa desencarnada e com alto grau de consciência, pode assumir a aparência de outras reencarnações, ou tornar-se mais jovem. De outro lado, aqueles renitentes no caminho do mal podem degradar seu corpo espiritual, em razão da faixa vibracional em que se mantém, assumindo aparência desagradáveis e monstruosas (por projeção de seu campo mental doentio).

Tudo isso já foi estudado anteriormente; vamos agora aprofundar um pouco o estudo sobre o corpo espiritual.

II – Corpo Espiritual

Importante iniciarmos o estudo já com uma explicação de André Luiz:

“Claro está que é ele (corpo espiritual/perispírito) santuário vivo em que a consciência imortal prossegue em manifestação incessante, além do sepulcro, formação sutil, urdida em recursos dinâmicos, extremamente porosa e plástica, em cuja tessitura das células, noutra faixa vibratória, à face do sistema de permuta visceralmente renovado, se distribuem mais ou menos à feição das partículas colóides, com a respectiva carga elétrica, comportando-se no espaço segundo a sua condição específica e apresentando estados morfológicos conforme o campo mental a que se ajusta” (Evolução em Dois Mundos, fl. 30).

Incialmente frise-se: “tessitura das células”. Dessa forma, vemos que o corpo espiritual também é composto por células tal qual o corpo físico.

Ademais, torna-se claro o que foi dito: o corpo espiritual possui atributos que o sujeita à influenciação imediata do campo mental, ou seja, da mente da pessoa.

E vamos analisar novamente a explicação sobre a natureza do corpo espiritual:

“(…), o psicossoma é ainda corpo de duração variável, segundo o equilíbrio emotivo e o avanço cultural daqueles que o governam, além do carro fisiológico, apresentando algumas transformações fundamentais, depois da morte carnal, principalmente no centro gástrico, pela diferenciação dos alimentos de que se provê, e no centro genésico, quando há sublimação do amor, na comunhão das almas que se reúnem no matrimônio divino das próprias forças, gerando novas fórmulas de aperfeiçoamento e progresso para o reino do espírito”.

Dessa forma, está claro que o corpo espiritual é veículo físico do espírito na outra dimensão vibratória, estando sujeito, inclusive, a duração variável.

Pois bem, assim como aqui, o corpo espiritual também é formado por células.

Agora, lembremos o que estudamos sobre o desenvolvimento do princípio espiritual. Ele não se inicia no reino mineral, passa para o vegetal, até alcançar os animais e, finalmente, a fase hominal?

Sendo assim, o corpo físico também está impregnado de princípios espirituais (crisálidas de consciência, ser potencial).

Disso resulta, que cada célula é um princípio inteligente sob o comando da mente maior, que é a pessoa.

Vejamos:

“Com o transcurso dos evos (eternidade), surpreendemos as células como princípios inteligentes de feição rudimentar a serviço do princípio inteligente em estágio mais nobre nos animais superiores e nas criaturas humanas, renovando-se continuadamente, no corpo físico e no corpo espiritual, em modulações vibratórias diversas, conforme a situação da inteligência que as senhoreia, depois do berço ou depois do túmulo

(…)

Articulam-se em múltiplas formas, adaptando-se às funções que lhes competem no veículo de manifestação da criatura que temporariamente as segrega, à maneira de peças eletromagnéticas inteligentes, atendendo com precisão matemática aos apelos da mente” (Evolução em Dois Mundos, p. 51/52, 25ª Edição).

E disso resulta que a nossa mente dirige diretamente todas as células de nosso corpo físico e do corpo espiritual.

“Dispostas na construção da forma em processo idêntico ao da superposição dos tijolos numa obra de alvenaria, as células são compelidas à disciplina, perante a ideia orientadora que as associa e governa” (Evolução em Dois Mundos, p. 51/52, 25ª Edição).

E André Luiz revela que cada célula é um ser vivo, uma crisálida de consciência, mas já ser vivo:

“Temo-las, desse modo – repetimos -, por microscópicos motores elétricos, com vida própria, subordinando-se às determinações do ser que as aglutina e que lhes imprime a fixação ou a mobilidade”. (Evolução em Dois Mundos, p. 51/52, 25ª Edição).

Além disso, devemos entender que o caminho percorrido pela Consciência, iniciando-se no mineral, para depois de milhões e milhões de milênios chegar à fase Humana, faz com que a mente já coordene este exército celular de forma automática.

Assim, temos que tanto as células que formam o corpo físico, quanto as que formam o corpo espiritual, são seres vivos, crisálidas de consciência, princípios espirituais, que trabalham sob o comando de nossa mente, em processo contínuo e permanente de evolução.

No livro “Evolução em Dois Mundos”, há perguntas realizadas por Chico Xavier e Waldo Vieira, com respostas de André Luiz. Vejamos uma em especial:

“Pergunta – Como entendemos a mente em si, individualizada e operante, se as células do corpo espiritual têm vida própria como as do corpo físico?

Resposta: O problema é de simples orientação, qual acontece numa fábrica de largas proporções em que a gerência, unificada em seus programas de ação, supervisiona e comanda centenas de máquinas com diversos implementos cada uma, convergindo todas as peças do serviço para fins determinados”.

Essas revelações são importantíssimas, porque demonstram que o nossos corpos físico e espiritual são formados por entes vivos aglutinados por força do comando mental e que respondem diretamente ao impulso de nossa mente, ou seja, ao nosso comando.

Disso resulta mais uma explicação da enorme importância para harmonia mental.

Mantendo a mente em vibrações positivas, além das inúmeras outras consequências, temos que os corpos físico e espiritual estarão trabalhando a forma do comando principal.

Nuno Cobra, que foi o treinador do Ayrton Senna, afirma que ao acordar devemos programar nosso cérebro para coisas boas, assim liberamos hormônios que ajudam no perfeito funcionamento do corpo, facilitando a sensação de bem estar. Já, ao contrário, quando acordamos com o pensamento fixo de que o dia será cansativo, desgastante e ruim, a mente já se programa para um dia pesado, dando este comando para todo o corpo físico.

Com as explicações de André Luiz, vemos que ele possui razão.

As células do corpo irão obedecer ao comando de nossa mente, inclusive com a liberação de hormônios diversos.

Quanto mais saudável for a nossa mente, menos suscetíveis a desgaste estaremos, inclusive a doenças.

III – Tarefa de Casa

A tarefa de casa é composta por exercícios mentais e práticas edificantes que visam despertar nossa atenção para a necessidade de alterar nossos hábitos, ajudando em uma efetiva reforma íntima.

Sublimando nossos hábitos, alteramos a frequência de nossa vibração mental e elevamos nosso grau de consciência.

Até agora, os exercícios mentais e as práticas edificantes que sugerimos para fazer durante a semana são:

1º – Afastar todo e qualquer pensamento não edificante (ver aula 01 e 02 no link “Exercícios mentais”).

2º – Sempre que passar por alguém emitir bons pensamentos (ver aula 03 e 04 no link “Exercícios mentais”).

3º – Meditar por CINCO minutos, ao menos três vezes na semana. Preferencialmente, meditar todos os dias por cinco minutos. Preferencialmente, orar antes. Preferencialmente, antes de dormir (principalmente para quem tem insônia). (ver aula 05 no link “Exercícios mentais”).

4º – Evitar o descontrole emocional (raiva, cólera, ira, etc). (ver aula 06 no lik “Exercícios mentais”).

5º – Paciência – Esperar 1 minutos antes de ficar impaciente.

 

6º – Indignar-se com serenidade.

7º  – Ser generoso e solícito no dia a dia (no trabalho, na rua, trânsito, em casa, etc).

8º – Fazer Evangelho no Lar ao menos uma vez por semana (incentivamos realizar Evangelho no Lar nas quintas-feiras, dia que o Núcleo Espírita Amor e Paz, de Marília, realiza uma corrente de oração, entre 21h00min e 22h00min, faça no seu lar, com sua família).

9º – Ler uma vez por dia uma “mensagem edificante” de Espíritos Superiores (Emmanuel, André Luiz, Dr. Bezerra de Menzes, Memei, Joanna, etc).

10º – Estabelecer um hábito angular para rotina diária, auxiliando no “despertar” de nosso autocontrole e vigia de nossos pensamentos e atos diários.

11º Evitar ao máximo queixar-se de vida, analisando os fatos com resignação e confiança nas Leis Divinas, mantendo harmonia mental.

12º – Fazer caridade, participando ativamente de alguma atividade assistencial.

13º – Exercitar a indulgência (não observar, não comentar, não divulgar, defeitos alheios).

14º – Perseverar!

15º – Ser discreto nos atos da vida (particular e profissional).

16º – Desenvolver o nobre sentimento da compreensão, evitando criticar o próximo e aprendendo a ter tolerância com pensamentos diferentes e erros cometidos.

17º – Analisar criticamente os impulsos recebidos, seja do nosso inconsciente (hábitos – reflexos condicionados), seja de espíritos desencarnados.

A Tarefa de Casa de hoje é: estabelecer metas para a reforma íntima.

 

Estudando as obras do Espírito André Luiz, percebemos que o controle mental é a chave de evolução do espírito, ou seja, da realização da reforma íntima.

Porém, de nada adianta sabermos disso, sem adotar uma estratégia, analisando e fixando metas de evolução.

Assim, devemos comprar um caderno, que será nosso “Caderno da Reforma Íntima”.

Na primeira folha do caderno, deve ser escrito: “Sou um ser milenar e viverei eternamente”.

Na segunda folha do caderno, deve ser escrito: “Posso e vou melhorar como pessoa a cada dia”.

Na terceira folha do caderno, deve ser escrito: “Qualidades do meu Espírito”. Abaixo devem ser colocadas cinco qualidades que você acredita ter.

Na quarta folha do caderno, deve ser escrito: “Defeitos do meu Espírito que eu quero sublimar”. Abaixo devem ser colocados cinco defeitos que acredita ter.

Na quinta folha do caderno, deve ser escrito: “Metas para vida particular”. Abaixo devem ser colocadas três metas para sua vida particular (físico, mental, espiritual, família: emagrecer/engordar, ser mais calmo, paciente, iniciar tais atividade, casar, namorar, ter filhos, fazer as pazes com X pessoa): 1) Imediata; 2) para daqui 5 anos; 3) para daqui 20 anos.

Na sexta folha: deve escrever três atitudes que você vai tomar para conseguir atingir estas metas.

Na sétima folha do caderno, deve ser escrito: “Metas para vida profissional”. Abaixo devem ser colocadas três metas para sua vida profissional (onde você quer estar): 1) Imediata; 2) para daqui 5 anos; 3) para daqui 20 anos.

Na oitava folha: deve escrever três atitudes que você vai estabelecer para conseguir atingir estas metas.

Na nona folha do caderno, deve ser escrito: “Metais materiais para minha vida física”. Abaixo devem ser colocadas três metas materiais para sua vida.

Na décima folha do caderno, deve ser escrito: “Familiares e entes queridos que você deseja o bem”. Abaixo devem ser colocadas as pessoas e algo de bom que você deseja para ela.

Na décima primeira folha do caderno, deve ser escrito: “Que Deus proteja nossos governantes”. Abaixo devem ser escritas 5 frases positivas para nossos governantes, em todas as escalas.

Feito o caderno, ele será seu guia para a reforma íntima.

Por meio dele, sua mente despertará e se tornará forte para a verdadeira reforma íntima.

O ideal é ler o caderno todos os dias, ao acordar ou antes de dormir, seguido de uma oração a Deus agradecendo tudo o que tem e pedindo proteção para atingir todas as metas e abençoar todas as pessoas citadas no caderno.

Com isso, você estará:

a)   sintonizando-se com o Pai Criador;

b)   sintonizando-se com amigos espirituais;

c)    estará fazendo caridade (doação de energias positivas);

d)   manipulando vibrações sutis;

e)    fortalecendo sua mente;

f)     despertando sua mente consciente;

g)    reprogramando seu insconsciente.

Então, a tarefa desta semana consistente em adotar e elaborar seu caderno de reforma íntima.

*

Mensagem de Encerramento:

Nenhum comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro a comentar, deixe sua mensagem!.

Deixar um Comentário

Mensagens
Palestras todas as terças-feiras às 20:00 hrs no Núcleo Espírita - Amor e Paz
Rua Coronel José Bráz, 682 - Marília / SP

Clique aqui para ver a localização no mapa
| Clique para entrar em contato