Seção: Estudo das Obras do Espírito André Luiz

Aula 02 – Umbral – Colônias Espirituais – Força do Pensamento e Vontade

Segunda aula do curso “Estudo das Obras do Espírito André Luiz”, quando veremos algumas informações sobre o umbral e as colônias espirituais. Além de estudarmos um pouco mais sobre a força do pensamento e a lição trazida por Emmanuel sobre a “Vontade”.

I – Apresentação

O primeiro livro desenvolvido por André Luiz é o famoso Nosso Lar.

Já em sua apresentação, Andre Luiz traz informações valiosas para nossa reflexão. Vejamos.

“A vida não cessa. A vida é fonte eterna e a morte é o jogo escuro das ilusões”.

 

A vida não cessa e é fonte eterna”: aqui está caracterizada a imortalidade da alma. Imortalidade essa aceita por todas as religiões, mesmo aquelas que não são espíritas. Afinal, acreditam na existência de um céu, inferno e purgatório e alguma coisa precisa ir para estes lugares. Logo, todas as religiões acreditam que existe uma vida eterna e que as pessoas vão para algum lugar.

A morte é o jogo escuro das ilusões”: até então a morte era vista com um ar de fantasia, com elementos alegóricos. O estudo do mundo espiritual visa justamente aproximar esta realidade e acabar com as ilusões. Precisamos conhecer a verdade e não viver mais de ilusões.

Com o conhecimento sobre tudo que envolve a morte poderemos traçar melhor os caminhos de nossas vidas enquanto encarnados.

Após, ele afirma:

“Uma existência é um ato.

Um corpo – uma veste.

Um século – um dia.

Um serviço – uma experiência.

Um triunfo – uma aquisição.

Uma morte – um sopro renovador”.

 

“Quantas existências, quantos corpos, quantos séculos, quantos serviços, quantos triunfos, quantas mortes necessitamos ainda?”

 

Vejamos as noções de eternidade que precisamos aprender a adquirir.

Precisamos incorporar em nosso dia a dia estes conceitos. Dessa forma, viveremos com mais harmonia, aceitando as leis divinas e inibindo os pensamentos ainda atrasados.

Achei importante ressaltar estas frases da Mensagem de Andre Luiz, porque são marcantes, de grande profundidade e todos devemos meditar a respeito sempre.

II – Revisão 

No primeiro dia vimos que todo e qualquer pensamento emite vibrações.

Frise-se: todo e qualquer pensamento.

Aprendemos também que pelo pensamento formamos telas-mentais e que esta tela-mental é emitida na atmosfera.

A espécie de vibrações mentais dependerá da espécie de tela mental formada pela pessoa, ou seja, do pensamento que o indivíduo alimenta.

Vimos que o cérebro funciona como rádio emissor e receptor. Assim, conforme a natureza de vibrações emitidas estamos também recebendo vibrações da mesma espécie.

Logo, pelo pensamento nós:

a)   Emitimos na atmosfera telas-mentais e vibrações;

b)   Entramos em sintonia com as vibrações que existem na atmosfera;

c)    Entramos em sintonia com as pessoas que pensam igual.

Andre Luiz traz a seguinte lição:

“Emitindo uma ideia, passamos a refletir as que se lhe assemelham, ideia essa que para logo se corporifica, com intensidade correspondente à nossa insistência em sustentá-la, mantendo-nos, assim, espontaneamente em comunicação com todos os que nos esposem o modo de sentir” (Mecanismos da Mediunidade p. 48).

Pois bem, era necessário relembrar isso para começarmos a estudar o Umbral.

III – Umbral

O umbral é o nome dado para as três esferas espirituais próximas, vibracionalmente, da dimensão física. Assim, é conhecido como um lugar destinado a expurgar os fluídos densos dos espíritos desencarnados.

Mas não é só isso. Ao longo do curso, vamos entender que se tratam de esferas espirituais. E como tais, cada esfera é como um mundo, com sua perfeita formação, existindo lugares/regiões tristes e feias, mas também regiões/lugares bonitos. O próprio “Nosso Lar” se localiza numa esfera umbralina.

Assim como todos os planos de existência, ele foi criado e é mantido pelos fluídos densos emitidos pelos encarnados e desencarnados.

E onde se localiza o umbral?

O Universo Espiritual é um Universo diferente do Físico. Nele a matéria está em outra composição, vibração e dimensionalidade. A matéria em outra dimensionalidade permite ter aspectos diferentes do que ocorre no nosso Universo.

O Universo Espiritual, dentro de sua característica diferente e própria, permite que exista, coexistindo, inúmeras realidades diferentes. Existem esferas espirituais e é possível a locomoção entre elas.

Existe um ponto de contato entre os dois Universos, isto é, entrelaçado diretamente com o mundo físico existe uma dimensão espiritual. Na literatura de André Luiz é narrada como Crosta Terrestre.

Existem esferas espirituais mais densas do que aquela entrelaçada com a dimensão física.

Existem esferas espirituais mais sutis do que aquela entrelaçada com a dimensão física.

Umbral designa as três primeiras esferas espirituais no Universo Espiritual.

E, por isso, está muito próximo vibracionalmente dos encarnados, recebendo seus fluídos e influências.

Em conversa com Lísias, André Luiz afirma:

“Creio, então, que essa esfera (umbral) se mistura quase com a esfera dos homens”. (Nosso Lar, p. 83)

 

E Lísias confirma:

“Sim, e é nessa zona que se estendem os fios invisíveis que ligam as mentes humanas entre si. O plano (dimensão do umbral) está repleto de desencarnados e de formas-pensamento dos encarnados”. (Nosso Lar, p. 83)

Nós precisamos entender o Universo Espiritual como várias e várias dimensões vibratórias, camadas circunscritas, como camadas de uma cebola.

Além disso, o Universo espiritual é uma dimensão diferente da nossa. Ela está sobreposta à nossa, mas é outra. Assim, as escalas de localização são aproximadas e não perfeitas.

Pois bem, conforme podemos ver por este desenho exemplificativo, as esferas umbralinas são as de número 2, 3 e 4. A Crosta terrestre, ponto de contato direto entre os universos físico e espiritual é o número 1.

 

No próprio o umbral, estariam as Colônias de Transição (futuramente entenderemos porque se chamam assim). “Nosso Lar” é uma colônia de transição e está localizada no próprio Umbral.

Não raramente muitos de nós nem mesmo conseguimos sair do terceiro nível, ou seja, permanecemos quando espíritos desencarnados na região umbralina. Veremos isso mais para frente e entenderemos que se trata de algo normal e nada dramático (existem cidades, instituições, hospitais em tal esfera vibratória).

Entre o segundo e terceiro nível existem muitos Prontos de Socorros destinados a ajudar aqueles espíritos que já estão aptos a saírem da faixa densa conhecida como umbral. Porém, é comum o espírito ser socorrido e permanecer naquela região porque não consegue elevar-se em sentimento. Estudaremos tudo isso com mais atenção em outros dias.

Além dos Prontos de Socorros existem outras colônias, espalhadas na região descrita como número 2. São colônias menso evoluídas do que a o “Nosso Lar”, contudo, já suficientemente elevadas para que a pessoa consiga planejar uma nova reencarnação e trabalhar nas fileiras do Bem.

E por que será que o livro começa falando de uma região infeliz da esfera umbralina? Andre Luiz poderia ter pulado esta parte e ido direto para a Colônia “Nosso Lar”, mas fez questão de descrever um pouco como é essa região infeliz. Justamente porque já somos adolescentes espirituais, já temos maturidade para entender o que existe e lidar com isso. Mas, como ainda não somos adultos, André Luiz em diversas passagens de seus livros, afirma que não era autorizado a descrever com precisão aspectos de alguns lugares e espíritos.

 E como é o Umbral?

Como são esferas ainda pouco evoluídas e ainda muito densas, possuem aspectos parecidos com a Terra (mundo físico). Assim, tem regiões bonitas e regiões feias. Em alguns lugares faltam luz, água límpida e vegetação abundante.

Em outros locais, há bela natureza.

Porém, a natureza sofre a influência negativa dos seus moradores, que como aqui, ainda acabam emitindo vibrações mentais e adotando condutas anti-ecológicas. Assim, o clima não é estável e é comum tempestades diversas e outras intempéries.

Composta de espíritos com os mais diversos problemas morais/mentais.

Na esfera umbral denso, a primeira, as colônias ainda são governadas por inteligentes pouco preocupadas com a Lei Divina. Assim, vigora sistema econômico e social que não zela, necessariamente, pelo bem comum. Há ainda crueldade e muita infelicidade. Nela existem instituições de socorro prontas a ajudar aqueles que querem sair de tal zona espiritual.

Na esfera umbral médio, a segunda, já existem colônias mais desenvolvidas, mas ainda há regiões infelizes e muitos espíritos que precisam de ajuda.

Na esfera umbral sutil, a maioria das colônias já são governadas por espíritos que conhecem a Lei Divina e a vida em sociedade é guiada por tal ideal. Os seus moradores ainda são espíritos imperfeitos, mas já despertos e conscientes de si. Buscam a reforma íntima e crescimento espiritual.

E qual sua finalidade? 

As dimensões umbralinas possui como finalidade ser a moradia dos espíritos que ainda não conseguem superar o mundo de formas físicas do Universo Físico. Consciências ainda com condicionamentos mentais cristalizados e vícios diversos, não conseguem ascender para esferas espirituais onde a vida já possui outras formas de expressão.

Ademais, em razão de a maioria de nós contribuirmos com a formação e manutenção desta região vibracional por meio da emissão de fluídos mentais diários, possuímos grande sintonia com esta região.

Assim, naturalmente após o falecimento, somos atraídos para lá. Foi o que aconteceu com Andre Luiz. Sintonia vibracional.

O estado de consciência determina o seu plano de existência, agora (encarnado) e no futuro (desencarnado).

Além da nossa emissão diária de vibrações mentais que contribuem para a formação do umbral, existem nossos vícios materiais como cigarro, álcool, drogas, comidas (em excesso) e etc.

Ocorre também de o espírito desencarnar, viver em algumas regiões infelizes do umbral denso, expurgar muitos fluídos densos, despertar sua consciência e ser socorrido por emissários do Bem. Após, é levado para uma instituição de socorro e, muitas vezes, como ocorreu com André Luiz, ser levado para esfera espiritual mais sutil, sempre em sintonia com o estágio evolutivo do espírito.

Ressalta-se, somente vai acordar igual André Luiz (na lama e “abandonado”) quem não possui méritos. Aquele que praticou o Bem ao longo da vida física, será socorrido e levado para instituições de socorro localizadas no Mundo Espiritual.

Conforme relata Andre Luiz, ele era “joguete de forças que não poderia supor”. Estas forças são os espíritos infelizes que habitam essas regiões infelizes da esfera umbral denso e que atacam pessoas como Andre Luiz, que não era mal propriamente dito, mas em razão dos vícios diversos e materialismo, possuía sintonia com a região.

Parece ruim, cruel e dá uma sensação ruim pensar nisso.

Mas, para quem teve uma vida igual de Andre Luiz, este breve tormento é necessário para purgar seus vícios materiais e abrir a mente para uma nova realidade. Ele precisava desejar realmente querer de deixar de sentir aquela espécie de fluídos.

Todos iremos passar pelo umbral?

Aqui já podemos entender que esta pergunta deve ser diferente. O correto seria “Todos iremos passar pelas regiões infelizes das esferas umbralinas? Afinal, já entendemo que umbral designa as três esferas umbralinas e em todas elas existem regiões infelizes e regiões felizes. A cada esfera mais sutil, diminuem as regiões infelizes e aumentam as regiões felizes.

Estudaremos esta questão de forma mais detalhada no tópico “desencarnação”, mas podemos adiantar o seguinte.

Se você esteve em sintonia com o umbral (região infeliz) durante sua vida terrena, emitindo fluídos mentais que ajudaram na criação e manutenção desta zona vibracional, é normal ser atraído para aquela região.

Porém, como veremos, existem o desencarne assistido por amigos espirituais (veremos o que é isso). Neste caso, a pessoa é socorrida e levada para Postos de Socorro ou hospitais que existem na região umbralina.

Ocorre que é difícil imaginar alguém em nosso estágio evolutivo que não entre em sintonia com a região umbralina emitindo pensamentos de baixo padrão vibratório.

E é por isso que se costuma afirmar que o normal é todos passarem pelo Umbral. Mas, como veremos, não são todos que passam como André Luiz passou.

E daí a importância de conhecer o Mundo Espiritual sem mistificações. Assim, podemos adquirir hábitos novos que irão auxiliar quando do desencarne.

Andre Luiz, quando encarnado estava habituado ao consumo de álcool, cigarros, comida exagerada e pela total ausência de estudos espirituais, prática de caridade e pensamentos edificantes. Assim, durante toda sua vida encarnada estava em sintonia com as regiões umbralinas mais densas, sendo diretamente atraído para lá.

IV – Colônia Espiritual de Transição “Nosso Lar”

“Nosso Lar” está localizado na terceira esfera umbralina, a mais sutil.

“Nosso Lar” é apenas uma das dezenas, centenas, milhares de colônias espalhadas por todo o Planeta em suas várias esferas espirituais.

Como visto, se localiza, vibracional e paralelamente a cidade do Rio de Janeiro.

E por que se chama de colônia transição?

Porque serve para que os espíritos advindos da região umbralina sejam socorridos e se adaptem ao Mundo Espiritual, programando novas reencarnações ou elevando-se para outras esferas vibratórias menos densas.

Nós, quando encarnados, passamos dezenas de anos, sessenta, setenta, oitenta anos convivendo com a espécie de organização social existente na Crosta da Terra, com ruas, carros, casas e prédios.

Da mesma forma, a colônia “Nosso Lar” possui características similares. Assim, torna-se possível a adaptação da pessoa após a morte, no novo Universo.

Um dos exemplos é a comida. A pessoa desencarnada não precisa mais de alimentos tão densos como no Universo Físico. Porém, como a pessoa está condicionada à alimentação por meio da ingestão de matéria densa, em várias colônias (no caso de “Nosso Lar” em alguns Ministérios), as pessoas se alimentam de sopas, frutas e alguns alimentos leves, mas que possuem a característica material que estão acostumadas.

O Mundo Material é pálido reflexo do que é o Mundo Espiritual. Nesse sentido, colônias como “Nosso Lar”, servem para que o espírito seja socorrido e se adapte a nova realidade e viva lá até uma nova reencarnação ou ascensão para esferas superiores.

- Criação da Colônia “Nosso Lar”

Conforme consta do livro “Nosso Lar”, a colônia é “antiga fundação de portugueses desencarnados no Brasil, no século XVI.” (capítulo Oito).

– Tarefa de Casa: Exercício mental e práticas edificantes para auxiliar na reforma íntima.

Semana passada começamos com o primeiro e mais importante exercício mental:

1º – Afastar todo e qualquer pensamento não edificante.

Por óbvio que ninguém consegue, de um dia para o outro, uma mudança brusca.

Mas, ao tentar pelo menos afastar um pouco os pensamentos não edificantes que surgem para nós, estamos dando o primeiro passo para “Despertar” nossas mentes para uma vida mais lúcida.

Dentro desse processo, há um elemento fundamental: A VONTADE

Vamos analisar uma lição do Espírito Emmanuel sobre “Vontade”, do livro “Pensamento e Vida”:

“Comparemos a mente humana – espelho vivo da consciência lúcida – a um grande escritório, subdividido em diversas seções de serviço.

(…)

Acima de todos eles, porém, surge o Gabinete da Vontade.”

“A Vontade é a gerência esclarecida e vigilante, governando todos os setores da ação mental.”

Comentário: A Vontade é quem vai determinar o início de um pensamento ou a persistência em determinado pensamento que surgiu.

Vale dizer: ou você, pelo livre-arbítrio, utilizando de sua vontade, iniciou um pensamento.

Ou um pensamento surgiu em razão de influência espiritual ou hábitos de seu inconsciente, mas sua Vontade é que determinará cessar ou alimentar este pensamento.

“A Divina Providência concedeu-a por auréola luminosa à razão, depois da laboriosa e multimilenária viagem do ser pelas províncias obscuras do instinto.

Para considerar-lhe a importância, basta lembrar que ela é o leme de todos os tipos de força incorporados ao nosso conhecimento.”

“A eletricidade é energia dinâmica. O magnetismo é energia estática. O pensamento é força eletromagnética.

Pensamento, eletricidade e magnetismo conjugam-se em todas as manifestações da Vida Universal, criando gravitação e afinidade, assimilação e desassimilação, nos campos múltiplos da forma que servem à romagem do espírito para as Metas Supremas, traçadas pelo Plano Divino.”

“A Vontade, contudo, é o impacto determinante.

Nela dispomos do botão poderoso que decide o movimento ou a inércia da máquina.

O cérebro é o dínamo que produz a energia mental, segundo a capacidade de reflexão que lhe é própria; no entanto, na Vontade temos o controle que a dirige nesse ou naquele rumo, estabelecendo causas que comandam os problemas do destino.”

“Sem ela, o Desejo pode comprar ao engano aflitivos séculos de reparação e sofrimento, a Inteligência pode aprisionar-se na criminalidade, a Imaginação pode gerar perigosos monstros na sombra, e a memória, não obstante fiel à sua função de registradora, conforme a destinação que a Natureza lhe assina-la, pode cair em deplorável relaxamento.”

“Em verdade, ela não consegue impedir a reflexão mental, quando se trate da conexão entre os semelhantes, porque a sintonia constitui lei inderrogável, mas pode impor o jugo da disciplina sobre os elementos que administra, de modo a mantê-los coesos na corrente do bem”.

Comentário: A vontade não pode impedir as leis da natureza, ou seja, a natural influência que recebemos de espíritos encarnados e desencarnados. Mas ela determinará a nossa direção.

Vamos analisar um pouco mais:

Quando pensamos, isso resulta de:

a)   50% das decisões do estímulo vindo de nosso inconsciente (reflexo condicionados ao longo dos milênios) e influência espiritual.

b)   50% vontade lúcida, decisão consciente do Espírito.

Quando o pensamento surge sem deliberação, o que erroneamente denominamos vontade (“ah, fiquei com vontade de comer algo”), trata-se de estímulo (hábito ou influência).

Quando o pensamento é resultado de uma deliberação da pessoa, aí sim é vontade.

“A Vontade é a gerência esclarecida e vigilante, governando todos os setores da ação mental”.

Consumo de álcool.

Ex.: recebo o estímulo de beber a cerveja depois do longo dia de trabalho. Gosto do estímulo e passo a alimentar esta ideia e até mesmo delibero a respeito e estipulo (vontade consciente decidindo um ato) que todos os dias beberei cerveja depois do trabalho.

Crio o reflexo condicionado que resultará em estímulo naturais quando chegar o fim do dia de trabalho.

Precisarei da Vontade para abandonar este estímulo.

Precisarei da Vontade reiterada ao longo dos dias para firmar um novo reflexo condicional mental que resultará em nova espécie de estímulo

O que costumamos chamar de vontade, é, em verdade o estímulo resultante de nossos hábitos desta vida e vidas anteriores e influência de espíritos afins.

 

A Vontade é a gerência esclarecida, ou seja, meu livre arbítrio em alimentar determinado estímulo ou simplesmente recusá-lo.

Quanto mais utilizo da vontade para realizar a reforma íntima, mais crio reflexos condicionados positivos que resultam estímulos positivos que inibem os negativos.

Então, vamos manter a mesma tarefa de casa:

“Afastar todo e qualquer pensamento não edificante”.

Sabendo que a nossa Vontade será determinante na manutenção ou afastamento do estímulo ao pensamento não edificante (caso surja da influência espiritual ou profundezas de nossa mente).

Sabendo que é natural a dificuldade. Mas somente a persistência na vontade consciente resultará em evolução.

 

14 Comentários

lucimar castro { 13 de abril de 2014 às 9:42 }

estou adorando aprender um pouco mais sobre a vida espiritual quero deixar meus sinceros parabéns pois são metrias muito esclarecedoras muito obrigada vou continuar a estudar atraves de vocês sobre a vida espiritual

Adla Maria Abibi { 21 de abril de 2014 às 8:56 }

Estou me sentindo mais esclarecida .Estou aprendendo de maneira suave , minha ignorância era total .A vontade da mudança existe ,necessito fazer dela um hábito diário criando os reflexos positivos .O brigada pela oportunidade de aprender.

Vera { 6 de maio de 2014 às 11:32 }

Estou lendo as aulas deste estudo maravilhoso…amei cada palavra. Obrigada pelos esclarecimentos. Estarei repassando para os meus companheiros.

Peterson { 7 de maio de 2014 às 18:09 }

Breno, parabéns pelo belo trabalho. As aulas são excelentes e estão contribuindo muito para minha instrução e aplicação da reforma íntima. Obrigado e que Deus continue lhe abençoando e iluminando seu caminho.

Reginaldo { 25 de julho de 2014 às 23:55 }

minha esposa desencarnou dia 11 de maio de 2o14 ,fiquei sabendo que ela esta em uma colonia chamada São Gabriel ,gostaria de saber onde fica essa colonia ?

Breno Costa { 26 de julho de 2014 às 10:00 }

Olá Reginaldo.
Infelizmente eu não sei.
Mas, o natural é ser próximo de onde vocês moravam. Lembrando que é outra dimensão vibratória, a localização é para apenas termos uma ideia.
As dimensões são sobrepostas.
O importante é orar para ela se equilibrar e seguir a vida lá. E vc seguir a vida aqui.
Ter resignação e confiar que um dia estarão juntos novamente.
Abraços.

Reginaldo { 26 de julho de 2014 às 11:23 }

Obrigado Breno ,eu pesquisei onde fica essa colonia São Gabriel e também não achei ,segundo o médium ela se encontra ainda em estado de dormência e esta sendo tratada,meu maior medo que ela estivesse sofrendo no umbral no fato de não aceitar a morte ,mais estou fazendo orações todos os dias para que ela fique em paz … Eu moro em Pirituba São Paulo obrigado mais uma vez tenha um ótimo dia !!!

Breno Costa { 26 de julho de 2014 às 11:29 }

Fique tranquilo. Só sofre nas regiões infelizes do Umbral quem teve a vida totalmente desregrada e sem a mínima consciência espiritual.
Aquele que, mesmo imperfeito (afinal todos somos), procurou seguir uma vida correta, fazer o bem, caridade, orar, será sempre recebido pelos amigos e parentes, sendo levado para um hospital.
Lá é vida como aqui.
Na verdade, lá a vida é mais complexa e completa que aqui. Aqui é apenas uma escola para desenvolvimento de nossa mente (moral e intelectual).
Abraços.

Paula { 3 de agosto de 2014 às 9:52 }

Dia 12 de agosto agora faz 2 anos que perdi meu companheiro, estou em briga judicial com a família , sinto vontade de aprender , e aqui achei o entendimento que eu acredito, nos aqui e ele lá não estamos em boa energia, o que eu posso fazer ? Peço em minhas orações sempre para que tudo isso acabe o mais rápido e da melhor forma possível para todos, mas sinto que tudo isso me atrapalha . Obrigada por você aparecer no meu caminho de evolução!!!!

Breno Costa { 3 de agosto de 2014 às 15:35 }

Olá Paulo.
Que bom que gostou!
O segredo é manter sempre o pensamento no Evangelho, mantendo o hábito da oração, leituras edificantes, Evangelho no Lar, reforma íntima, caridade. Aos poucos os caminhos vão clareando. Além disso, com estes hábitos saudáveis vc estará ajudando-o.
Abraços,

Luzia Dias Roos { 26 de outubro de 2014 às 18:19 }

Gostei desta aula muito edificante,obrigada,um abraço

Cyntia banhara { 23 de fevereiro de 2015 às 8:48 }

Preciso evoluir como posso?ajudenme

Breno Costa { 23 de fevereiro de 2015 às 9:51 }

Olá Cyntia. Fazendo isso que está fazendo agora.
Estudando, pesquisando, indo ao centro espírita, participando de programa de caridade, orando, meditando, procurando ser uma pessoa melhor a cada dia, vivendo a luz do evangelho de Jesus. Não é fácil, mas se abandonarmos o cultivo, o matagal das imperfeições toma conta da gente! Então, lutemos no Bem e receberemos a ajuda e proteção da espiritualidade amiga.
Abraços.

LINDA MARIA DA SILVA { 22 de março de 2015 às 10:16 }

obrigado.

Deixar um Comentário

Mensagens
Palestras todas as terças-feiras às 20:00 hrs no Núcleo Espírita - Amor e Paz
Rua Coronel José Bráz, 682 - Marília / SP

Clique aqui para ver a localização no mapa
| Clique para entrar em contato