Seção: Exercícios Mentais

Aula 19 – Desenvolver o Nobre Sentimento da Compreensão

Hoje proporemos um novo exercício mental/prática edificante que ajudará no fortalecimento de nossa mente e, consequentemente, na realização da reforma íntima. Recomenda-se estudar todos os exercícios mentais propostos, porque ele se completam! Estão todos no link “Exercícios mentais” no site.

*

A prática edificante sugerida para esta semana é: desenvolver o sentimento da compreensão, aprendendo a ter tolerância (não julgar e não criticar o próximo).

É um exercício mental em complemento à indulgência.

A indulgência refere-se mais à maledicência, ou seja, falar mal dos outros, que possui o mesmo efeito físico explicado.

Aqui estaremos atacando o não julgar e, principalmente, desenvolver o sentimento da “compreensão”.

Quem possui este nobre sentimento, não precisa perdoar, porque compreende o irmão em erro e não se ofende, não julga, não crítica.

Quanto ao fato físico da conduta edificante sugerida, temos que, ao criticar/julgar uma pessoa, você está emitindo vibrações densas que a atinge, causando-lhe um mal.

Se a pessoa que recebe a crítica está com o padrão vibratório baixo, isso contribuirá para que entre em quadro obsessivo, porque ficará imersa em carga negativa, atraindo espíritos inferiores que praticam o mal pelo mal.

Ou, pior ainda, se é alguém que possui um obsessor ou espírito vampirizador, você estará contribuindo para que o quadro piore consideravelmente.

Este é o fato físico.

Há, ainda, a questão moral.

Os Espíritos Superiores nunca criticam qualquer pessoa. Nunca julgam. Afirmam sempre não podem criticar, porque não percorreram o mesmo caminho e não sabe se também sucumbiria. Eles sempre cultivam a tolerância quanto ao modo de pensar diferentes e ao que podemos classificar erros cometidos.

Lembremos: muitas vezes o que classificamos como “erro” é apenas um ponto de vista diferente do seu. Se realmente trata-se de uma conduta errada e você possui a razão, é necessário compreender que a pessoa que está errando ainda não obteve o conhecimento libertador que você já tem, não cabendo julgar e condenar, mas sim amparar e esclarecer.

Está dito no Evangelho Segundo Espiritismo (fl. 214, O Argueiro e a Trave no Olho):

“Uma das insensatezes da Humanidade consiste em vermos o mal de outrem, antes de vermos o mal que está em nós”.

Como dito, a indulgência refere-se mais à maledicência, ou seja, falar mal dos outros, que possui o mesmo efeito físico explicado.

Porém, além de não falar mal dos defeitos alheios, devemos evitar qualquer julgamento e limpar nossas mentes do hábito de ficar criticando os outros.

Precisamos elevar nosso grau de consciência ao ponto de compreendermos que qualquer crítica ou julgamento é lesivo, errado e não pode ser feito. A caridade possui inúmeras facetas, incluída a da tolerância com o próximo, seja quanto a ponto de vista, seja no que se refere a equívocos cometidos.

Precisamos desenvolver o natural sentimento fraternal da compreensão quanto às falhas alheias, não julgando e não criticando.

Até porque não possuímos legitimidade para tanto. Você pode não ter o defeito que está criticando, mas, com certeza, possui vários outros, sendo que não sabemos qual seria o pior para Justiça Divina.

Além disso, é importante entender que, se você quer liberdade para usar seu livre arbítrio, dê o mesmo para seu semelhante. Ninguém é obrigado a compartilhar seu ponto de vista e sua conduta de vida.

O nobre sentimento da compreensão, leva-nos a aceitar as infinitas condutas diferentes de nossos irmãos de convivência.

André Luiz, na mensagem “Princípios Redentores”, afirma:

“Respeite a opinião dos vizinhos.

Não critique a ninguém.

Repare seus defeitos, antes de corrigir os alheios”.

E na mensagem “Em favor de você mesmo”:

“Não encarcere o vizinho no seu modo de pensar; dê ao companheiro oportunidade de conceber a vida tão livremente quanto você”.

“Defrontado pelo erro, corrija-o primeiramente em você e, em seguida, nos outros, sem violência e sem ódio”.

Então, a partir de hoje, vamos desenvolver o sentimento da compreensão, evitando criticar e julgar as pessoas, tendo sempre em mente que é normal outra pessoa, com história de vida diferente (aqui podemos elevar a visão para vidas diferentes), ter pontos de vista outros que não o seu, sendo necessário desenvolver a conduta da tolerância com as diferenças de pensamento e erros alheios.

1º – Afastar todo e qualquer pensamento não edificante (ver aula 01 e 02 no link “Exercícios mentais”).

2º – Sempre que passar por alguém emitir bons pensamentos (ver aula 03 e 04 no link “Exercícios mentais”).

3º – Meditar por CINCO minutos, ao menos três vezes na semana. Preferencialmente, meditar todos os dias por cinco minutos. Preferencialmente, orar antes. Preferencialmente, antes de dormir (principalmente para quem tem insônia). (ver aula 05 no link “Exercícios mentais”).

4º – Evitar o descontrole emocional (raiva, cólera, ira, etc). (ver aula 06 no lik “Exercícios mentais”).

5º – Paciência – Esperar 1 minutos antes de ficar impaciente.

6º – Indignar-se com serenidade.

7º  – Ser generoso e solícito no dia a dia (no trabalho, na rua, trânsito, em casa, etc).

8º – Realizar Evangelho no Lar ao menos uma vez por semana.

9º – Ler mensagens edificantes todos os dias!

10º – Estabelecer um hábito angular e exercitar o autocontrole.

11º – Evitar queixar-se da vida.

12º – Caridade. Participar efetivamente de algum programa de caridade.

13º – Exercitar a Indulgência.

14º – Ser discreto nos atos da vida (particular e profissional).

15º – Desenvolver o sentimento da compreensão, aprendendo a ser tolerante com os erros alheios e ponto de vista diferente do nosso, não criticando e não julgando.

PS: todos os exercícios estão no link “exercício mentais” no site www.avidanomundoespiritual.com.br

PS2: compre o livro “Em Busca da Felicidade” no site: http://avidanomundoespiritual.com.br/loja/livro-em-busca-da-felicidade-breno-costa-impresso/

Mensagem de Encerramento:

Nenhum comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro a comentar, deixe sua mensagem!.

Deixar um Comentário

Mensagens
Palestras todas as terças-feiras às 20:00 hrs no Núcleo Espírita - Amor e Paz
Rua Coronel José Bráz, 682 - Marília / SP

Clique aqui para ver a localização no mapa
| Clique para entrar em contato