Seção: Exercícios Mentais

Aula 15 – Exercitar a Indulgência

Hoje proporemos um novo exercício mental/prática edificante que ajudará no fortalecimento de nossa mente e, consequentemente, na realização da reforma íntima. Recomenda-se estudar todos os exercícios mentais propostos, porque ele se completam! Estão todos no link “Exercícios mentais” no site.

*

Hoje, vamos nos propor a exercitar a indulgência.

Indulgência é a conduta daquele que vê o defeito de alguém e silencia. Não julga, não critica e principalmente, não espalha aquilo que foi observado.

Conforme ensina André Luiz:

“Indulgência é a caridade vestida de silêncio”.

Além dos preciosos ensinamentos do Evangelho Segundo Espiritismo:

“Queremos hoje vos falar da indulgência, esse sentimento tão doce, tão fraternal, que todo homem deve ter para com os seus irmãos, mas que tão poucos praticam.”

“A Indulgência não vê defeitos alheios, e se os vê, evita comentá-los e divulgá-los”.

“A indulgência jamais se preocupa com os maus atos alheios, (…). Não faz observações chocantes, nem traz censuras nos lábios, mas apenas conselhos, quase sempre velados”.

“Quando passareis a julgar os vossos próprios corações, os vossos próprios pensamentos e vossos próprios atos, sem vos ocupardes do que fazem os vossos irmãos?”

“Sede, pois, severos convosco e indulgentes para com os outros”.

Quanto ao aspecto físico: quando você crítica uma pessoa ao invés de silenciar, você emite vibrações mentais que chegam até a pessoa e permanece em sua atmosfera mental. Conforme a intensidade do pensamento, maior será a densidade da energia enviada e por mais tempo ela permanecerá prejudicando a pessoa-alvo.

Se ela possuir padrão vibratório baixo, rapidamente absorverá essa energia densa, prejudicando quadros diversos (saúde física e/ou mental).

Se ela possuir padrão vibratório alto, mas a energia enviada for muito intensa, estas vibrações criarão em torno dela “formas-pensamentos” que permanecerão por certo tempo em volta dela. Caso ela abaixe o padrão vibratório, esta energia será absorvida imediatamente, piorando o quadro que a levou a queda do padrão vibratório (irritação, por exemplo).

Se houver um espírito obsessor e/ou vampirizador, você estará contribuindo para a piora do quadro, desequilibrando a pessoa e fornecendo matéria prima para o espírito (energia densa).

Além disso tudo, ao esquecer a indulgência e atacar verbalmente uma pessoa, você abaixa o seu padrão vibratório e passa a absorver a energia densa em sintonia com esta vibração baixa, ocorrendo os mesmos observados acima com você.

De outro lado, aproveitando a lição do Evangelho, há a questão moral.

Os Espíritos Superiores nunca criticam qualquer pessoa. Nunca julgam. Afirmam sempre que não podem criticar, porque não percorreram o mesmo caminho e não sabem se também sucumbiriam. Eles sempre cultivam a tolerância quanto ao modo de pensar diferentes e ao que podemos classificar erros cometidos.

Lembremos: muitas vezes o que classificamos como “erro” é apenas um ponto de vista diferente do nosso. Se realmente trata-se de uma conduta errada e você possui a razão, é necessário compreender que a pessoa que está errando ainda não obteve o conhecimento libertador que você já tem, não cabendo julgar e condenar, mas sim amparar e esclarecer, exercitando a indulgência.

Assim, durante a semana, vamos exercitar a indulgência para com os atos alheios, evitando pensamentos grosseiros e vibrações mentais inferiores, conduta que nos colocará em sintonia com a espiritualidade superior e melhorará nossa qualidade de vida.

Até agora, os exercícios mentais e as práticas edificantes que sugerimos para fazer durante a semana são:

1º – Afastar todo e qualquer pensamento não edificante (ver aula 01 e 02 no link “Exercícios mentais”).

2º – Sempre que passar por alguém emitir bons pensamentos (ver aula 03 e 04 no link “Exercícios mentais”).

3º – Meditar por CINCO minutos, ao menos três vezes na semana. Preferencialmente, meditar todos os dias por cinco minutos. Preferencialmente, orar antes. Preferencialmente, antes de dormir (principalmente para quem tem insônia). (ver aula 05 no link “Exercícios mentais”).

4º – Evitar o descontrole emocional (raiva, cólera, ira, etc). (ver aula 06 no lik “Exercícios mentais”).

5º – Paciência – Esperar 1 minutos antes de ficar impaciente.

6º – Indignar-se com serenidade.

7º  – Ser generoso e solícito no dia a dia (no trabalho, na rua, trânsito, em casa, etc).

8º – Realizar Evangelho no Lar ao menos uma vez por semana.

9º – Ler mensagens edificantes todos os dias!

10º – Estabelecer um hábito angular e exercitar o autocontrole.

11º – Evitar queixar-se da vida.

12º – Caridade. Participar efetivamente de algum programa de caridade.

13º – Exercitar a Indulgência.

PS: todos os exercícios estão no link “exercício mentais” no site www.avidanomundoespiritual.com.br

 

Mensagem de encerramento:

 

2 Comentários

ernani gomes { 18 de junho de 2015 às 11:45 }

obrigado pelas orientações de indulgencia. Em livro posso encontrar estes ensinamentos sobre a enrgia que emitimos e podemos prejudicar pessoas e nos mesmo

Grato

Breno Costa { 19 de junho de 2015 às 10:17 }

Olá Ernani!
Esse ensinamento está em todos os livros de André Luiz, notadamente no “Mecanismos da Mediunidade”. Mas o ensinamento de que o pensamento não é algo abstrato, mas sim manipulação de energias vc encontra em toda a coleção.
“No Mundo Maior” também tem muitas passagens. “Entre a Terra e o Céu” também.
Abraços,

Deixar um Comentário

Mensagens
Palestras todas as terças-feiras às 20:00 hrs no Núcleo Espírita - Amor e Paz
Rua Coronel José Bráz, 682 - Marília / SP

Clique aqui para ver a localização no mapa
| Clique para entrar em contato