Seção: Artigos Breno Costa Breno Costa - Artigos

Alimentação dos Desencarnados

Como é a alimentação das pessoas desencarnadas (ou seja, que habitam a dimensão vibratória conhecida como “mundo espiritual”)? E qual o sistema fisiológico do nosso corpo espiritual (veículo físico utilizado na outra dimensão)?

*

André Luiz explica a forma de alimentação dos desencarnados e a suas consequências fisiológicas no livro “Evolução em Dois Mundos”, p. 211/212, 25ª edição):

*

“Abandonado o envoltório físico na desencarnação, se o psicossoma está profundamente arraigado às sensações terrestres, sobrevém ao Espírito a necessidade inquietante de prosseguir atrelado ao mundo biológico que lhe é familiar, e, quando não a supera ao preço do próprio esforço, no autorreajustamento, provoca os fenômenos da simbiose psíquica, que o levam a conviver, temporariamente, no halo vital daqueles encarnados com os quais se afine, quando não promove a obsessão espetacular.

Na maioria das vezes, os desencarnados em crise dessa ordem são conduzidos pelos agentes da Bondade Divina aos centros de reeducação do plano espiritual, onde encontram alimentação semelhante à da terra, porém fluídica, recebendo-a em porções adequadas até que se adaptem aos sistemas de sustentação da esfera superior, em cujos círculos a tomada de substância é tanto menor e tanto mais leve quanto maior se evidencie o enobrecimento da alma, porquanto, pela difusão cutânea, o corpo espiritual, através de sua extrema porosidade, nutre-se de produtos sutilizados ou sínteses quimio-eletromagnéticas, hauridas no reservatório da Natureza e no intercâmbio de raios vitalizantes e reconstituintes do amor com que os seres se sustentam entre si.

Essa alimentação psíquica, por intermédio das projeções magnéticas trocadas entre aqueles que se amam, é muito mais importante que o nutricionista do mundo possa imaginar, de vez que, por ela, se origina a ideal euforia orgânica e mental da personalidade. Daí porque toda criatura tem necessidade de amar e receber amor para que se lhe mantenha o equilíbrio geral.

De qualquer modo, porém, o corpo espiritual com alguma provisão de substância específica ou simplesmente sem ela, quando já consiga valer-se apenas da difusão cutânea para refazer seus potenciais energéticos, conta com os processos da assimilação e da desassimilação dos recursos que lhe são peculiares, não prescindindo do trabalho de exsudação dos resíduos, pela epiderme ou pelos emunctórios normais, compreendendo-se, no entanto, que pela harmonia de nível, nas operações nutritivas, e pela essencialização dos elementos absorvidos, não existem para o veículo psicossomático determinados excessos e inconveniências dos sólidos e líquidos da excreta comum”.

*

Dessa explicação de André Luiz, podemos concluir alguns pontos a respeito da alimentação daqueles que habitam a dimensão vibratória “Mundo Espiritual”:

I – Conforme a mente esteja viciada na alimentação grosseira desta dimensão (a nossa), ao desencarnar, naturalmente a pessoa possuirá a necessidade de uma alimentação parecida. Nesse caso, se a pessoa não foi beneficiada com uma desencarnação assistida, ficará, em regra, próximo aos seus afins encarnados, absorvendo as vibrações emanadas da alimentação deles, até que um dia receba alguma espécie de socorro espiritual, do contrário passará anos e poderá até desenvolver quadro de obsessão.

Porém, se a desencarnação foi assistida por amigos espirituais (e isso ocorre quando há méritos, méritos adquiridos na prática do bem/caridade), a pessoa será levada a um Hospital (ou instituto similar) na outra dimensão, onde receberá ajuda necessária. Caso, a pessoa ainda esteja “viciada” na alimentação grosseira, ela receberá preparados que imitam a sensação da alimentação terrena.

No livro “Senhores da Escuridão”, de Robson Pinheiro, espírito Ângelo Inácio, há a explicação de que há preparados que imitam até mesmo o sabor da carne animal.

Porém, esta alimentação mais pesada vibracionalmente somente ocorre nas faixas vibratórias mais densas do “Mundo Espiritual”. Ou seja, para ascender para faixas vibratórias mais sutis, torna-se necessário depurar também a alimentação.

II – Há locais apropriados para ajudar na adaptação alimentar, auxiliando na transição da alimentação mais grosseira para a mais sutil.

III – Todo pensamento emite vibrações e estas vibrações também são formas de alimentação. Disso resulta que nosso corpo espiritual absorve as vibrações afins, fato que ocorre inclusive quando estamos encarnados repercutindo nos corpo físico (ver “Alimento Mental, http://avidanomundoespiritual.com.br/reencarnacao-parte-iv-e-final-reencarnacao-em-lares-desequilibrados-alimento-mental-encerramento-do-livro-missionarios-da-luz/).

IV – Da mesma forma que aqui, lá também há a necessidade de expelir os excessos de alimentos não absorvidos pelo corpo espiritual (veículo físico da dimensão vibratória “mundo espiritual”).

Ocorre que, quanto mais sutil for a alimentação, mais sutil e diferente será a forma de expelir esses excesso (dispensando, conforme o nível atingido, os procedimentos adotados por nós). O que, via contrária, leva-nos ao fato de que aqueles desencarnados que se alimentam das comidas densas (preparados que imitam a alimentação dos encarnados), possuirão as necessidades fisiológicas iguais às nossas, os encarnados.

35 Comentários

gilbertoassis { 19 de maio de 2013 às 16:54 }

os defeitos fisico que temos aqui no plano terrestre vão com a gente para o plano espiritua?

Breno Costa { 19 de maio de 2013 às 18:18 }

Olá Gilberto.
Seria interessante vc ler o estudo sobre a Reencarnação, desde o primeiro, são quatro.
Para entrar nessa dimensão precisamos formar o corpo físico.
Muitas vezes, esse corpo físico possui deficiência em razão de resgastes necessários por erros cometidos em outra vida, ou, então, por alguma programação feita para ajudar em nossa evolução moral e intelectual.
Ao desencarnar, ou seja, ao mudar de dimensão, voltando para a dimensão vibratória conhecida como “mundo espiritual”, o corpo espiritual aos poucos assumirá à forma física comandada pela sua mente, o que, necessariamente, não terá o defeito físico atual, porque este existiu por uma razão para esta vida.
Enfim, resumindo: não, não terá, assumirá a forma comandada pela sua mente. O defeito físico nesta vida serve para uma finalidade, seja resgaste, seja programação de vida (programação feita por você mesmo, leia “reencarnação”).
Mas deixe de ver os estudos sobre a reencarnação, desencarnação e o corpo espiritual e corpo mental. Vai ajudar bastante a compreender tudo!
Abraços,
Breno.

Tuca Miranda { 2 de junho de 2013 às 22:49 }

Evoluir é uma trajetoria muito dificil, o equilibrio então uma busca constante.Não desistir é uma questão de respeito com o Cristo e com nosso mentor espiritual.Mas as agruras são tão presentes que as vezes os pés se afundam em uma areia movediça.

Goreti (Praia Grande-SP.) { 8 de junho de 2013 às 20:51 }

NO DESENCARNE DE CRIANÇAS OU BÊBES QUE FORMA O ESPÍRITO ASSUME? A DE ENCARNAÇÃO PASSADA?

Breno Costa { 10 de junho de 2013 às 12:13 }

Olá Goreti, ainda faremos um estudo específico sobre isso.
Mas, em regra, em nosso estado evolutivo, elas não voltam porque ainda não temos um controle mental sobre o corpo espiritual completo. Elas são socorridas, existindo locais apropriados para cuidar delas na doutra dimensão vibratória.
Aqueles raros que já possuem um desenvolvimento mental mais evoluído, sim, pode voltar assumir qualquer forma, porque o corpo espiritual é formado por materia em outra composição vibracional, sendo, por isso, moldável e plástico.
Abraços,
Breno.

Rosália { 16 de junho de 2013 às 15:35 }

Cara, como sempre… tudo 10! Bjo.

cristiane { 20 de junho de 2013 às 21:09 }

quando uma pessoa sofre muito por uma doença aqui na terra e depois morre , ela continua sofrendo?

Breno Costa { 20 de junho de 2013 às 22:14 }

Olá Cristiane!
Recomendo ler os estudos sobre reencarnação, ele explica as questões de provas durante a vida.
Em regra, a doença existe para resgatar alguma dívida em razão de erros passados ou para ajudar a evolui em algum aspecto (nunca é por acaso, vc ou alguém que te ama programou para vocês, veja os estudos sobre reencarnação, link palestras).
No estágio atual do Planeta Terra, o normal é isso acontecer com todos, todos ainda estamos resgatando dívidas ou tentando evoluir em algum aspecto.
Após o desencarne, se a pessoa procurou praticar o bem (oração, caridade, estudo, etc) apesar de os defeitos (Todos temos), ela receberá ajuda e, em regra, as impressões da doença existente aqui se perdem, o corpo espiritual se renova.
Veja os estudos sobre reencarnação!
Abraços!

claudia Apa. S. Pinheiro { 29 de junho de 2013 às 22:52 }

Obrigada, otimo relembrar deste texto.

benedita.ribeiro { 11 de agosto de 2013 às 23:59 }

gostaria de saber como posso ler sobre reencarnaçao? obrigada

Breno Costa { 12 de agosto de 2013 às 0:10 }

Olá! No link “palestras”, lado esquerdo do site, no alto, tem vários estudos, incluindo alguns estudos sequenciais sobre a Reencarnação! Confira!
Abraços.

Artemisa { 21 de setembro de 2013 às 23:53 }

Olá Breno Costa você por gentileza poderia me indicar algum livro ou artigo que fale sobre os débitos…Obrigada

Breno Costa { 22 de setembro de 2013 às 20:34 }

Olá Artemisa, seria sobre a lei de carma?
Eu indico o livro “Ação e Reação” de André Luiz, muito bom.
Iremos iniciar o estudo deles em poucas semanas.
abraços.

Artemisa { 23 de setembro de 2013 às 18:54 }

Obrigada, como faço para participar desse estudo? Só acompanhar as mensagens no face?

Breno Costa { 23 de setembro de 2013 às 21:19 }

Isso, vamos postando sempre, no site, no link “palestras” sempre tem todos os estudos e vamos postando tudo!

Abraços.

suely sandra torquato. { 13 de outubro de 2013 às 17:07 }

eu não entendo muito dese asunto não estudei isso pois vivo algumas coisa sonho; vejo tenho 57 anos qto mais nova eu escrevia via sonhava eu ja frequentei muitas religião pra mi encontra mais a q eu acho q eu me enquatro e esta .pq o q vivo esta comigo.explicacões e bom quem estuda o assunto ja partirão marido irmãos pais. e dois filhos com 20 anos e outro com 24 anos deixou 2 filhos. eu não sou louca. mais passei po muitas coisa eu noro em sp achei este saite agora perdi uma pessoa muito querida q tralhava em sp a familia nora em marilhia ele partui doente de cancer ele sabia ele era medico eu conheço ha 29 anos eu era sua amiga confidente era muito importante na vida dele ele esta dando sinal q esta voltando isso me deixou mais tranquila isto prova q ele não q sair de perto de mi e possivel ele volta na minha nora ele ja deu prova disso.ele estava frenquentado um lugar ai em marilia de tanto eu pedir pra ele ter serteza da vida a pos morte ele passou acredtidar dia 17 do més 7 de 20013 ele partiu com 60 anos suely obrigado.

SONIA COSTA { 26 de janeiro de 2014 às 20:33 }

OLÁ, MEU MARIDO DESENCARNOU EM 27-07-2013 EM NOSSOS BRAÇOS,MEU E DE NOSSOS FILHOS.ERA UMA PESSOA EXEMPLAR EM TODOS OS SENTIDOS.ELE SEMPRE ME FALAVA Q ELE É Q DESENCARNARIA PRIMEIRO Q EU,E FOI O Q VEIO A ACONTECER. FOI UM INFARTO FULMINANTE ,DESDE ENTÃO,EU NÃO SONHO C ELE E NOSSA FILHA MAIS VELHA ,UM MES DEPOIS ,ENGRAVIDOU.ELE DISSE UMA VEZ:SERÁ Q EU VOU TER Q MORRER E VOLTAR P SER TUA OU TEU NETO MEU BEM? PODE UMA PESSOA DESENCARNAR E EM SEGUIDA VOLTAR? ELE FOI UM ANJO EM NOSSAS VIDAS. PODE TBM UMA PESSOA QUASE DO OUTRO LADO DO MUNDO,DIZER Q EU SOU A PESSOA Q ELE SEMPRE PEDIU A DEUS P CONHECER E ILUMINAR SEUS DIAS,POIS ESTA PESSOA DISSE Q JÁ HAVIA ATÉ PENSADO EM DESISTIR DE VIVER. SERÁ Q MEU FALECIDO MARIDO PODE VOLTAR P ALEGRAR NOSSAS VIDAS?OU ELE SÓ VEIO NOS ENSINAR Á VIVER EM UNIÃO? E ESTA OUTRA PESSOA Q NÃO CONHEÇO PESSOALMENTE?SINTO EM SUAS MENSAGENS Q ELE ESTÁ SENDO VERDADEIRO.MAS AO MESMO TEMPO,PARECE Q ESTOU TRAINDO MEU MARIDO.

Breno Costa { 26 de janeiro de 2014 às 20:54 }

Olá Sônia.
Veja bem, é impossível fixar se é ou não.
Mas, em geral, pessoas mais desenvolvidas espiritualmente não voltam assim tão rapidamente.
A vida lá é que a principal.
Aqui é o “pálido reflexo de lá”.
Em regra, só volta assim de repente se a pessoa veio a falecer em algum acidente ou situação que não estava prevista e é necessário o ingresso dela novamente no seio familiar para continuar o processo de resgate.
Pelo que você falou foi um infarto, o que costuma ser uma desencarnação programada.
Então, sou da opinião que não seria ele.
Mas, possível, sim, é possível. Não há como fixar!
Quanto ao resto, tanto ele lá, quanto você aqui, precisam ter resignação e desenvolver noções de eternidade. Ninguém morre, só volta pra casa.
Nada ocorre ao acaso, se ele já desencarnou, é porque chegou o momento dele aqui.
Você precisa continuar a viver, porque ele continuará a viver lá.
Futuramente, voltarão a se encontrar, como marido e mulher, ou como espíritos irmãos. Porque, em verdade, é o que todos nós somos, irmãos!
Abraços.

oneida bauce alves { 19 de abril de 2014 às 20:58 }

mais de dez anos estudo a doutrina,li dezenas de livros, na cabeceira tenho o evangelho alan kardec e Nosso Lar,mas fiquei impressionada com a explicaçao sobre a alimentaçao no mundo espiritual, na evangelizaçao que faço nao falam sobre este topico, e o que ja li sabia que se alimentavam, mas nao sabia como..obrigada pela esplicaçao fiquei impressionada mesmo..agradecida Sr.Breno..

Liane T. S. Rosa { 25 de julho de 2014 às 12:01 }

Gostaria de uma forma bem simples de explicar a geografia do Umbral Espiritual e seu funcionamento. Estou preparando minha primeira palestra na Casa Espírita e gostaria de ser bem clara e simples….obrigada.

Breno Costa { 25 de julho de 2014 às 14:27 }

Olá.
Tem um curso aqui no site, em vídeo. “Desmitificando o umbral”.
Nele explico a geografia, moradores e socorristas.
http://avidanomundoespiritual.com.br/aula-2-moradores-do-umbral-e-do-mundo-espiritual/

Liane T. S. Rosa { 25 de julho de 2014 às 17:57 }

Agradeço a orientação, foi de grande ajuda….obrigada.

Ricardo { 29 de abril de 2015 às 16:59 }

Gostei da forma que o assunto foi abordado com citação e comentários. Foi útil para mim. Muito obrigado.

wilson { 29 de fevereiro de 2016 às 15:08 }

Os espíritos desencarnados podem comer e beber???

Vejamos as explicações de Allan Kardec sobre essa questão que é importantíssima.

Revista espírita — Ano III — Novembro de 1860
Conversas familiares de além-túmulo
Balthazar, o Espírito gastrônomo

Primeira conversa com espírito Balthazar

EVOCAÇÃO.

Numa reunião espírita particular apresentou-se espontaneamente um Espírito sob o nome de Balthazar e ditou a seguinte frase por meio de batidas: “Gosto da boa mesa e das mulheres; viva o melão e a lagosta, o café e o licor!”
Principais questões na primeira palestra com o gastrônomo Balthazar:
Esta mesa está vazia, é verdade; mas quereis dizer-nos de que vos serviria se estivesse repleta de alimentos; o que você faria?

Resp. – Meus amigos, eis-me ante uma grande mesa, mas, infelizmente, vazia!

2. Esta mesa está vazia, é verdade; mas quereis dizer-nos de que vos serviria se estivesse repleta de alimentos; o que você faria?
Resp. – Sentiria o seu aroma, como outrora lhes saboreava o gosto.

Observação – Esta resposta encerra todo um ensinamento.
Sabemos que os Espíritos têm as nossas sensações e percebem os odores tão bem quanto os sons. NÃO PODENDO COMER, UM ESPÍRITO MATERIAL E SENSUAL SE REPASTA DA EMANAÇÃO DOS ALIMENTOS; SABOREIA-OS PELO OLFATO, COMO EM VIDA O FAZIA PELO PALADAR.

Há, pois, algo de verdadeiramente material em seu prazer; porém, como há, na verdade, mais desejo do que realidade, este mesmo prazer, aguilhoando os desejos, torna-se um suplício para os Espíritos inferiores que ainda conservam as paixões humanas.

3. Falemos muito seriamente, peço-vos. Nosso propósito não é brincar, mas instruir-nos. Quereis, pois, responder com seriedade às nossas perguntas e, se for necessário, fazei-vos assistir por um Espírito mais esclarecido.

Tendes um corpo fluídico, nós o sabemos; mas dizei se, nesse corpo, há um estômago?
Resp. – Estômago fluídico também, onde só os aromas podem passar.

4. Quando vedes um prato apetitoso, sentis vontade de comer?
Resp. – AH! COMER! NÃO O POSSO MAIS; PARA MIM ESSAS IGUARIAS SÃO O QUE REPRESENTAM AS FLORES PARA VÓS: CHEIRAIS, MAS NÃO COMEIS. ISTO VOS CONTENTA. POIS BEM! FICO CONTENTE TAMBÉM.

5. Sentis prazer vendo os outros a comer?
Resp. – Muito, quando estou perto.

6. Sentis necessidade de comer e beber? Notai que dizemos necessidade; há pouco tínhamos dito desejo, o que não é exatamente a mesma coisa.
Resp. – NECESSIDADE, NÃO; MAS DESEJO, SIM. SEMPRE.

7. Esse desejo fica plenamente satisfeito pelo aroma que aspirais? É, para vós, como se realmente comêsseis?
Resp. – É como se vos perguntasse se a visão de um objeto, que desejais ardentemente, substitui a posse desse objeto.

8. Pareceria, conforme isso, que o desejo que experimentais deve ser um verdadeiro suplício, pois não há prazer real.
Resp. – Suplício bem maior do que imaginais; mas eu procuro atordoar-me, criando-me a ilusão.

9. Vosso estado nos parece bastante material. Dizei-nos: dormis algumas vezes?
Resp. – Não; adoro caminhar sem destino por toda parte.

10. O tempo vos parece longo? Por vezes vos aborreceis?
Resp. – Não; percorro as feiras e os mercados; vou ver a chegada da pescaria, com o que me ocupo bastante.

Vou realçar essas observações de Kardec

Sabemos que os Espíritos têm as nossas sensações e percebem os odores tão bem quanto os sons. NÃO PODENDO COMER, UM ESPÍRITO MATERIAL E SENSUAL SE REPASTA DA EMANAÇÃO DOS ALIMENTOS; SABOREIA-OS PELO OLFATO, COMO EM VIDA O FAZIA PELO PALADAR.

4. Quando vedes um prato apetitoso, sentis vontade de comer?
Resp. – AH! COMER! NÃO O POSSO MAIS; PARA MIM ESSAS IGUARIAS SÃO O QUE REPRESENTAM AS FLORES PARA VÓS: CHEIRAIS, MAS NÃO COMEIS. ISTO VOS CONTENTA. POIS BEM! FICO CONTENTE TAMBÉM.

6. Sentis necessidade de comer e beber? Notai que dizemos necessidade; há pouco tínhamos dito desejo, o que não é exatamente a mesma coisa.
Resp. – NECESSIDADE, NÃO; MAS DESEJO, SIM. SEMPRE.

Revista Espirita ANO 2 – ABRIL 1859 – Nº. 4

O envoltório semi-material do Espírito constitui uma espécie de corpo de forma definida, limitada e análoga à nossa; MAS ESSE CORPO NÃO TEM NOSSOS ÓRGÃOS E NÃO PODE SENTIR TODAS AS NOSSAS IMPRESSÕES.

Percebe, entretanto, tudo o que nós percebemos: a luz, os sons, os odores, etc.; e essas sensações, por não terem nada de material, não são menos reais; têm mesmo alguma coisa de mais clara, de mais precisa, de mais sutil, porque chegam ao Espírito sem intermediário, sem passarem pela fieira dos órgãos que as enfraquecem. A faculdade de perceber é inerente ao Espírito: é um atributo de todo o seu ser; as sensações chegam-lhe de toda parte e não por canais circunscritos.

Um deles nos disse, falando da visão: \”É uma faculdade do Espírito e não do corpo; vedes pelos olhos, mas em vós não é o olho que vê, é o Espírito.\”

Há sensações que têm sua fonte no próprio estado de nossos órgãos; ora, as necessidades inerentes ao nosso corpo não podem ocorrer do momento que nosso corpo não existe mais.
O ESPÍRITO NÃO SENTE, POIS, NEM A FADIGA, NEM A NECESSIDADE DE REPOUSO, NEM A DE ALIMENTAÇÃO, PORQUE NÃO TEM NENHUMA PERDA A REPARAR; NÃO É AFLIGIDO POR NENHUMA DE NOSSAS ENFERMIDADES.

Revista Espirita ANO 2 – ABRIL 1859 – Nº. 4

Se os espiritos desencarnados podem comer e beber como afirma andre luiz, eles tem que mais tarde eliminar esse alimento, eles tem que evacuar e urinar, perguntamos, os espiritos desencarnados podem evacuar fezes e urinar???? Existe banheiros e sabão no plano espiritual???
Andre Luiz fala que existe suco de frutas no plano espiritual, perguntamos, se existe frutas tem que existi arvores dando frutas no mundo espiritual, ou seja, arvores dando frutas na erraticidade???? Isso não tem logica e nem racionalidade.

Os espiritos inferiores ainda apegados a materia possuem desejos materias como uma ILUSÃO e não com uma necessidade, eles estão condicionados as sensações materias e pensam ILUSORIAMENTE que podem ainda comer e beber.

Tem espiritos ainda apegados a materia que ainda pensam que possuem um corpo fisico confundem o perispirito com o corpo carnal e age ainda como se estivese encarnados, eles possuem a ILUSÃO da vida terrena na erraticidade, por isso, que são espiritos ainda apegados a materia.
Andre Luiz mistificou

Wilson Moreno

Breno Costa { 29 de fevereiro de 2016 às 18:52 }

Olá Wilson. Obrigado pela participação.
Mas, apenas para divagação sua:
O que é mais místico? Achar que após a morte iremos para outro lugar, totalmente diferente, “fluidico”, “vaporoso” ou que iremos para outra dimensão, a qual possui sim arvores, mares, oceanos, etc, etc, etc.
Para você pensar a respeito:
– a questão 27 do “O Livro dos Espíritos” fala que a trindade universa é Deus, Espírito e Matéria. Logo, o mundo espiritual há de ser matéria, pode dar o nome que quiser, mas é matéria, apenas em outra composição vibracional.
– os Espíritos da codificação afirmam que para eles o nosso perispírito é muito grosseiro.
– Todos as obras mediúnicas, todas, narram cidades, ruas, casas.
– As mesmas obras narram a existência de várias dimensões, não uma só. Umas mais densas, outras mais sutis.
– Nas mais sutis, sim, a vida tem uma forma que não dá nem para imaginar, mas será que na dimensão mais densa, perto da nossa, não seria parecido?
Penso eu, que se vc abrir sua mente para estas questões, entenderá que a codificação, de 1850, está dentro dos limites da compreensão da época e da linguagem da época. Tudo evolui, inclusive o conhecimento sobre o chamado mundo espiritual, que é tão material quanto o nosso.
Abraços,

wilson { 29 de fevereiro de 2016 às 19:58 }

OS ANIMAIS NO MUNDO ESPIRITUAL.
Quem ta certo Andre Luiz ou Kardec ?????
O Livro dos Médiuns cap Capítulo XXV

283. Evocação de animais.

36. Pode-se evocar o Espírito de um animal?

— O princípio inteligente que animava o animal fica em estado latente após a morte. Os Espíritos encarregados desse trabalho imediatamente o utilizam para animar outros seres, através dos quais continuará o processo da sua elaboração. ASSIM, NO MUNDO DOS ESPÍRITOS NÃO HÁ ESPÍRITOS ERRANTES DE ANIMAIS, MAS SOMENTE ESPÍRITOS HUMANOS. ISTO RESPONDE A VOSSA PERGUNTA.
37. Como se explica então que certas pessoas tenham evocado animais e recebido respostas?

— Evoque um rochedo e ele responderá. Há sempre uma multidão de Espíritos prontos a falar sobre tudo.

Andre Luiz mistificou falando que existe animais vagando no mundo espiritual, Kardec explica isso não existe. ASSIM, NO MUNDO DOS ESPÍRITOS NÃO HÁ ESPÍRITOS ERRANTES DE ANIMAIS, MAS SOMENTE ESPÍRITOS HUMANOS. ISTO RESPONDE A VOSSA PERGUNTA.
Nota de Herculano Pires

Espíritos errantes são os que aguardam nova encarnação terrena (humana) mesmo que já estejam bastante elevados. São errantes porque estão na erraticidade, não se tendo ainda fixado em plano superior.

OS ESPÍRITOS DE ANIMAIS, MESMO DOS ANIMAIS SUPERIORES, NÃO TÊM ESSA CONDIÇÃO.

Ler na Revista Espírita, nº 7 de julho de 1860, as comunicações do Espírito de Charlet e a crítica de Kardec a respeito. Na edição Edicel, página 218 do volume terceiro, título \”Dos Animais\”. (N. do T.)

Como disse Herculano Pires OS ESPÍRITOS DE ANIMAIS, MESMO DOS ANIMAIS SUPERIORES, NÃO TÊM ESSA CONDIÇÃO.
Não tem espiritos de animais na erraticidade, Andre Luiz mistificou nessa questão.

O Livro dos Espirtos

600. A alma do animal, sobrevivendo ao corpo fica num estado errante como a do homem após a morte?

— Fica numa espécie de erraticidade, pois não está unida a um corpo. Mas não é um Espírito errante. O Espírito errante é um ser que pensa e age por sua livre vontade; o dos animais não tem a mesma faculdade. É a consciência de si mesmo que constitui o atributo principal do Espírito.

O ESPÍRITO DO ANIMAL É CLASSIFICADO, APÓS A MORTE, PELOS ESPÍRITOS INCUMBIDOS DISSO E UTILIZADO QUASE IMEDIATAMENTE: NÃO DISPÕE DE TEMPO PARA SE PÔR EM RELAÇÃO COM OUTRAS CRIATURAS.

Vemos claramente que não existem animais desencarnados vagando no mundo espiritual, como disse Kardec O ESPÍRITO DO ANIMAL É CLASSIFICADO, APÓS A MORTE, PELOS ESPÍRITOS INCUMBIDOS DISSO E UTILIZADO QUASE IMEDIATAMENTE: NÃO DISPÕE DE TEMPO PARA SE PÔR EM RELAÇÃO COM OUTRAS CRIATURAS.

Wilson Moreno

wilson { 29 de fevereiro de 2016 às 19:59 }

Obrigado pela atenção meu amigo é so para analisar mesmo, mais eu fico com Kardec a verdade não envelhece como explica Herculano Pires
Valeu um abraço de luz tudo de bom

Breno Costa { 1 de março de 2016 às 21:59 }

Olá amigo, novamente, obrigado pela participação. Um dos fundamentos desta doutrina maravilhosa é justamente o respeito à livre investigação da verdade.

Pois bem, eu não vejo como você. Não vejo confronto.

Realmente não é possível evocar um espírito de um animal. Não porque eles não existam, mas sim porque é impossível o ato mediúnica, que se dá pela mente e frequencia vibratória do perispírito. Não há como se formar vinculo entre mente de animal x humano. Já é difícil entre humanos…

Na parte que vc destacou, veja que a resposta fala que eles são classificados e utilizados, não é que sofrem reencarnação compulsória. Além disso, eles afirmam “uma espécie de erraticidade”, se é espécie, é porque existe.

Entendo possível a existência da animais no mundo espiritual, pelo o que eu já disse e:
– TODOS os médiuns respeitados (Divaldo, Yvoney, Chico etc) narram, por diversos espíritos, a existência.
– No caso de André Luiz, Emmanuel prefaciou todas as obras, mostrando concordância com o conteúdo.
– No Livro dos Espíritos está dito que o mundo espiritual sobrevive independente do mundo físico… logo, se amanhã acabar o físico, todas as espécies de alma dos animais tem que ir para algum lugar.

Volto a afirmar que na minha opinião, devemos ler Kardec com olhos de Kardec, que sempre entendeu que o Espiritismo era uma doutrina inovadora, sabendo que muitas e inúmeras novas informações surgiriam no futuro. Do contrário, não estaremos fazendo diferentes de fanáticos religiosos que se prendem a passagens literais de textos de 5 ou 2 mil anos.

Fique em paz.

Abraços,
Breno.

Neidinha { 11 de abril de 2016 às 9:40 }

O que acontece com o espírito no plano espiritual se lhe falta o alimento que ele necessita

Breno Costa { 13 de abril de 2016 às 7:04 }

Olá.
Adoece e pode sofrer uma segunda morte, perdendo o corpo espiritual, ficando apenas com o corpo mental.
Isso também ocorre na chamada ovoidização.
Neste caso, precisa de ajuda, sendo natural ser encaminhado para o renascimento, quando os moldes mentais da mãe ajuda a reconstituir o corpo espiritual, considerado o corpo mental do espírito.
Abraços.

wilson { 22 de outubro de 2016 às 17:11 }

Os espíritos podem comer e beber no mundo espiritual???
Andre Luiz narra em suas obras que sim, que os espíritos podem tomar sopas e sucos de frutas podem comer e beber.
Kardec já explica que isso não existe, que os espíritos inferiores como estão apegados as coisas materiais e terrenas eles criaram as ilusões das necessidades materiais em suas mentes.
Eles pensam que sentem essas necessidades, mais são ilusões.
Os espíritos não podem comer e beber no mundo espiritual.

Vejamos esse texto de Kardec.

Revista Espirita ANO 2 – ABRIL 1859 – Nº. 4 de Kardec

Há sensações que têm sua fonte no próprio estado de nossos órgãos; ora, as necessidades inerentes ao nosso corpo não podem ocorrer do momento que nosso corpo não existe mais. O ESPÍRITO NÃO SENTE, POIS, NEM A FADIGA, NEM A NECESSIDADE DE REPOUSO, NEM A DE ALIMENTAÇÃO, PORQUE NÃO TEM NENHUMA PERDA A REPARAR; NÃO É AFLIGIDO POR NENHUMA DE NOSSAS ENFERMIDADES.

As necessidades do corpo ocasionam as necessidades sociais, que não existem mais para os Espíritos: assim, para eles, os cuidados dos negócios, os tormentos, as mil tribulações do mundo, as aflições que se dão para se proporcionar as necessidades ou as superfluidades da vida não existem mais; têm piedade do trabalho que nos damos por vãs futilidades; e, todavia, tanto os Espíritos elevados são felizes, quanto os Espíritos inferiores sofrem, mas esses sofrimentos são de preferência angústias, que por nada terem de físicas não são menos pungentes; eles têm todas as paixões, todos os desejos que tinham em sua vida (falamos dos Espíritos inferiores), E SEU CASTIGO É NÃO PODER SATISFAZÊ-LOS; PARA ELES, É UMA VERDADEIRA TORTURA, que crêem perpétua, porque sua própria inferioridade não lhes permite ver o fim, e lhes é, ainda, um castigo.

Revista Espirita ANO 2 – ABRIL 1859 – Nº. 4 de Kardec

Como disse Kardec

O ESPÍRITO NÃO SENTE, POIS, NEM A FADIGA, NEM A NECESSIDADE DE REPOUSO, NEM A DE ALIMENTAÇÃO, PORQUE NÃO TEM NENHUMA PERDA A REPARAR; NÃO É AFLIGIDO POR NENHUMA DE NOSSAS ENFERMIDADES.

Vejamos essas questões.

Andre Luiz narra em sua obra Nosso lar que os espiritos podem comer e beber e que podem tomar sucos de frutas e sopas.
Perguntamos, da onde vem essas frutas para fazer esses sucos???
Existem arvores dando frutas no mundo espiritual???
É possível que exista no plano espiritual plantações de arvores frutíferas???
Andre Luiz não explica essa questão.

Ele fala também de sopas, perguntamos, da onde vem os legumes para fazer tal sopa???
Existem plantações de legumes no plano espiritual???

Se os espíritos podem comer e beber, eles tem que mais tarde eliminar essas substancias perguntamos, os espíritos desencarnados podem evacuar e urinar???

Andre Luiz mistificou nessas informações que os espíritos podem comer e beber.

Wilson Moreno

Úrsula { 25 de outubro de 2017 às 11:58 }

Olá meu filho desencarnou 10/10/2017 com um ano e cinco meses traumatismo craniano caiu da cama foi planejado espiritual ele reencarna de novo

Maria Jose Da Silveira Reis { 7 de novembro de 2017 às 16:04 }

Olá Breno Costa,gostaria de saber sôbre a meduinidade,alguém me passou que se o medium trabalhar(ou se desenvolver),pode sofre retalhações,sangramentos,ou qualquer outro tipo de coisa,é verdade

Shirley maria da silva { 7 de novembro de 2017 às 19:39 }

Meu esposo desencarnou no dia 09 de Janeiro de 2027 problemas cardíacos ele não queria morrer estava muito confiante que ficaria curado .Sinto a presença dele sinto seus abraços carinho principalmente a noite.Choro muito tive um sonho com ele 7 -dias após seu falecimento no sonho saia do meu corpo e chegava no.plano espiritual no sonho eu caminhava em um ambiente calmo com uma luz ao fundo segui em frente e ele me esperava com uma túnica branca nos abraçamos ouvi as seguintes palavras que saudade caminhamos de mãos dadas sentamos e em todo momento ele parecia me confortar conversamos mas não lembro de tudo fiquei com a cabeça em seu colo sua preocupação era comigo sobre o meu sofrimento e de suas filhas.Em um certo momento passamos a caminhar novamente surgirão dois homens de Branco não via seus rostos estavam bem em nossa frente .Lembro que eles vistiam uma túnica branca de manga longas diferente da que meu esposo vistia com manga curta.Neste momento meu esposo apertou bem forte a minha mão ele sabia que seria a nossa despedida. Então soltei sua mão levemente e ele me olhou com um leve sorisso e segui em direção aos dois homens eles caminharam cada um do lado do meu esposo um destes homens tocou seu ombro parecia confortar meu esposo.Acordei no dia seguinte mas calma com a certeza que ele está bem.Mas choro bastante como saber se realmente tivemos um encontro ou foi apenas um sonho ja que estava passando por um.momento de Tanta dor.

Breno Costa { 12 de novembro de 2017 às 18:16 }

Olá Maria José.
A mediunidade é a capacidade psíquica da pessoa em conseguir servir de intermediário entre o Universo Físico e Espiritual.
Em algum percentual, todos somos médiuns.
Essa capacidade psíquica pode ser treinada e desenvolvida. Se o fizer em sintonia com o Evangelho de Jesus e para trabalhar fraternalmente no socorre de pessoas necessitadas (encarnadas e desencarnadas), você estará em sintonia com Deus, Jesus e amigos espirituais bondosos. Assim, a prática mediúnica não lhe trará nenhum mal.
Porém, como em tudo, se você desenvolver essa capacidade psíquica para ferir ou machucar, estará em sintonia com espíritos infelizes e os resultados são imprevisíveis.
Abraços fraternos,
Breno Costa.

Deixar um Comentário

Mensagens
Palestras todas as terças-feiras às 20:00 hrs no Núcleo Espírita - Amor e Paz
Rua Coronel José Bráz, 682 - Marília / SP

Clique aqui para ver a localização no mapa
| Clique para entrar em contato